Antiga cena doméstica

Entram correndo os três meninos, com aquela urgência infantil, como se o mundo fosse acabar: – Mãe, mãe! – diz o mais velho, sob a concordância dos demais – deixa a gente “irmos” lá na caixa daquele moço, deixa??

A mãe, enquanto arruma a roupa do menorzinho, que tava soltando uma faixa, pergunta, sem muito interesse: – Que caixa de que moço?

– Aquela caixa, mãe, prá onde os bichos tão indo, mãe, deixa?

– É – completa o segundo, com ares de vice – vai ser muuuito legal, tem “neão”, “enefante”…

A mãe corta com uma observação, feita com um ar meio nostálgico: – É, eu vi alguns bichos passarem mesmo. Passou até um casal de ursos polares (nunca tinha visto urso polar nestas bandas…) tão carinhosos um com o outro que até me lembrei de quando conheci o pai de vocês…

– Deixa, mãe, você deixa?

– Não, não, isso não me parece bom… dizem que a família daquele tal Noé é toda de gente doida. Não me parece seguro vocês irem lá, não. E ainda tem um monte de bichos perigosos, lá, não, não, não…

– Mas mãe!…

– Lugar seguro é aqui, perto da mamãe…

E fechando as janelas, comenta:

– Que sair nada. Vai que chove

Um comentário sobre “Antiga cena doméstica

E você, o que poderia acrescentar sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s