Eu sei, religião não se discute…

Não estás longe do Reino dos Céus – disse Jesus a um piedoso judeu, depois de uma resposta sábia que este deu sobre coisas espirituais.

De fato, o judaísmo era a melhor religião na época de Jesus (talvez o seja até hoje…). Ela se distingue de todas as demais pelo fato de ter sido planejada pelo próprio Deus. Todas as suas regras e ritos originais foram dados pelo Senhor a Moisés, no monte Sinai.

Assim, dentre todos os esforços do homem para se religar (daí a palavra religião) a Deus, o judaísmo é o mais próximo do Reino dos Céus. Essa afirmativa é do próprio Deus na palavra de Seu Filho.

Mas, como todas as outras, é um conjunto de ações e pensamentos que tentam aproximar o homem de Deus. Porém a distância entre esses dois é tão, mas tão grande que uma reaproximação só tem efeito se começar da parte de Deus para nós.

Não estás longe do Reino dos Céus… O escriba, que ouviu isso – que deve lhe ter soado como um elogio da parte do Senhor Jesus – ainda que estivesse próximo, não estava dentro do Reino. E esse é um ponto essencial. Dentro ou fora: de um navio, de uma festa, de uma lista – perto não é a mesma coisa que dentro.

Para ele ainda existia o véu, que o separava da Revelação do segredo de Deus.

Por isso o plano de Deus é muito mais excelente do que qualquer religião. Sua origem é o coração do Autor (Planejador) e Consumador (Executor) da fé.

E você, o que poderia acrescentar sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s