A Deus o que é de Deus

Diante da provocação dos herodianos, Jesus pediu-lhes que lhe mostrassem uma moeda.

“De quem é a imagem e a inscrição?” Ele perguntou.

Toda moeda está ligada a um sistema de valores, o qual representa através das informações que se obtém da leitura de sua imagem e de sua inscrição. Essas informações indicam o país em que ela, a moeda, foi cunhada e onde tem valor corrente.

O homem, quando criado, tal como uma moeda, trazia em si a imagem do Criador e, escrita em seu coração, a Sua Palavra.

Porém o pecado entrou e vem desfigurando essa moeda, roubando-lhe o valor. Cada vez menos se consegue ver a imagem do Senhor Deus na vida do homem e reconhecer Sua Palavra no coração das pessoas. Cada vez mais se identifica outra imagem – a de César, imperador deste mundo – e suas regras corrompidas. O homem hoje é moeda ligada a um sistema de valores diferente.

Como é possível se reverter isso? Será que o simples convívio com as pessoas da igreja pode transformar o homem num verdadeiro cristão? Seria o mesmo que pensar que uma moeda de um dólar se tranformaria numa moeda de um real por passar alguns meses no cofre junto com outras de real… Não, somente fazendo-a passar pelo Fogo do Espírito Santo, que pode dela moldar uma nova moeda.

Será, bem verdade, uma moeda desprezada aqui, neste mundano sistema de valores.

Mas está se aproximando um dia em que cada um de nós estará diante do Senhor Jesus, que separará as moedas e dirá:

DAI A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR E A DEUS O QUE É DE DEUS.

E eles serão Meus, diz o SENHOR dos exércitos, naquele dia que farei, serão para Mim particular tesouro, poupá-los-ei como um homem poupa a seu filho que o serve. Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio, entre o que serve a Deus e o que não o serve. ” (Malaquias 3 vers. 17,  18)

5 comentários sobre “A Deus o que é de Deus

  1. Bom mesmo é saber que pouco importará naquele dia o peso de cada moeda, já que o real valor delas será medido pelo Justo Senhor que, ao contrário dos homens, considera muito além do peso aparente.

    ApdSJ.

    Curtir

    • Mas a questão do peso das moedas rende até outra comparação: Quando as moedas eram de metal precioso, os desonestos limavam as bordas para extrair limalhas, o que fazia com que o valor nominal não correspondesse ao valor real (peso). Ainda hoje o inimigo faz assim, dilapidando pelas bordas a vida espiritual do homem, o que faz com que ele se torne um cristão nominal. A solução para isso foi começar a se fazer ranhuras nas bordas das moedas, para impedir a ação dos maus. Paulo dizia que não seria mais incomodado, pois trazia consigo as marcas do Senhor Jesus.

      Curtir

  2. O desejo do Senhor é restaurar o Seu valor nas moedas, para que sejam tributo de louvor e adoração a Ele… Por isso o convite à Sua presença: “Mostrai-me a moeda do tributo.”

    Curtir

    • Olhar a Palavra é como observar um diamante e ver como, sutilmente, sempre podemos ver os caminhos diferentes da Luz por meio dele.
      Abraço.

      Curtir

E você, o que poderia acrescentar sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s