Há um caminho de Deus no meio da tempestade

Deus tem um caminho na tempestadeÉ isso que afirma o profeta Naum (cap. 1:3).
Vamos observar duas tempestades descritas nas Escrituras:

1ª – A que sobreveio ao navio em que estava o profeta Jonas (Jonas 1:4).

Ali estava um homem onde não deveria estar. Deus não o queria ali. Deveria estar a caminho de Nínive, não de Társis. O Senhor indignou-se mais com Jonas do que com os marinheiros que não conheciam a Deus.

Às vezes fazemos assim também: Decidimos não atender à vontade de Deus em nossa vida. Aí as incertezas se multiplicam até culminar na tempestade. Mas no meio dela, Deus queria falar a Jonas, dando a ele um LUGAR DE ARREPENDIMENTO: o ventre do peixe. Ao ser tragado por ele, Jonas pode ter pensado que o que era ruim estava, agora, indo a pior. Mas o peixe não era o pior de Deus para Jonas. Era o melhor. O grande peixe é figura da grande salvação. Como escaparemos nós se não atentarmos para ela?

2ª – A que sobreveio ao navio em que estavam os apóstolos (Mateus 14:22)

Ali estavam onde deveriam estar. Jesus os havia enviado para lá. Eram barqueiros experimentados. Já lutavam por mais de nove horas contra a fúria das águas. O desespero já tomava conta do coração deles. E nada de Jesus chegar… Uma vez Ele havia acalmado a tempestade. Claro que eles se lembravam disso, o tempo todo. Mas por que Ele estava demorando tanto?

Às vezes pensamos assim também: Estamos procurando obedecer ao Senhor em tudo. Consultamos ao Senhor nossas decisões, oramos e atendemos às orientações. Mas ainda assim somos compelidos para o meio da tempestade. Como explicar isso pra nós mesmos? E, se devíamos estar aqui, por que Ele está demorando tanto a vir nos socorrer?

Talvez você esteja no meio de uma tempestade também. Talvez tenha, em algum momento, se rebelado contra a vontade de Deus para sua vida, traçando um caminho diferente do Caminho, buscando uma outra cidade ao invés da Cidade que Ele preparou para os salvos. Isso terá lhe trazido também muitas amarguras e hoje a tempestade está colocando à prova a sua estrutura e isso é muito, muito assustador.

Ou pode ser que você esteja em paz com sua consciência, certo de que procurou fazer tudo conforme a vontade conhecida de Deus. Mas ainda assim, tome chuva…

Desconsidere um momento o seu caminho, que lhe trouxe até à tempestade. Saiba que o Bom Salvador, em Sua infinita misericórdia, tem agora mesmo um caminho para você SAIR DA TEMPESTADE. Faça como Jonas e como os discípulos: Ore a Deus. Ainda há tempo. Ele vai conduzir você para sair da sua tempestade.

11 comentários sobre “Há um caminho de Deus no meio da tempestade

  1. A Paz do Senhor Pastor Josué!

    Realmente o texto nos leva a uma avaliação do quanto estamos nos deixando dirigir pelo Espírito Santo. Com certeza, o melhor é deixá-lo governar todas as coisas, porém muitas vezes em nossas vidas os problemas do cotidiano são tantos e tão variados que fraquejamos na fé a ponto de perdemos o rumo tanto na secular como na espiritual.

    Porém o Senhor como é misericordioso e não quer que ninguém se perca, estende a mão para nós enviando o recurso para novamente nos trazer para perto e andarmos em caminho seguro. GLÓRIA JESUS POR ISSO!

    Isto é manifesto nos exemplos acima.

    Que o Senhor então nos abençoe e guarde a todos dessa hora terrível de provação, para depois de sermos provados, sermos também aprovados para essa tão GRANDE SALVAÇÃO!

    Abraço fraterno,

    Edmilson
    BARRA MANSA-RJ

    Curtir

    • Caro Edmilson,

      A máxima escrita pelo apóstolo Paulo ainda vale para a Igreja de hoje: “Examine-se, pois, o homem a si mesmo”. E essa é a beleza da Palavra de Deus: podemos enxergar o reflexo do que somos, do que o Senhor vê em nós.
      Grande abraço.

      Curtir

  2. Que benção !!!!! Que benção!!!!!

    Como é rica a palavra de Deus

    É típico do homem sempre reclamar e questionar o porquê de estarmos passando por um momento difícil,mas Deus tem sempre o caminho dos remidos totalmente em suas mãos,Deus tem um caminho onde nós não estamos vendo com os olhos da carne, só o enxergamos quando olhamos com os olhos da fé.VIVA O REI JESUS.

    Curtir

    • É verdade, caro companheiro e amigo.
      Quando os nossos olhos são como os das pombas, conforme Cantares, vemos as coisas do ponto de vista do Espírito Santo.

      Grande abraço.

      Curtir

  3. Muitas vezes, as tempestades são tão fortes que o barco de nossa vida pode até balançar, ventos de problemas podem até tentar nos afundar, tirar a nossa paz e nos deixar apreensivos. Mas, que em vez de olharmos para essas turbulências, possamos focar os nossos olhos no que está por vir.
    Jesus prometeu que atravessaríamos esse lago de dificuldades e chegaríamos ao outro lado.(Eternidade)
    Certa tempestade Jesus perguntou: “Onde está a vossa fé?”
    Mas a salvação dos justos vem do SENHOR; ele é a sua fortaleza no tempo da angústia.(Salmo 37:39)

    Curtir

    • Sim, amigo.
      E é bastante curiosa a pergunta do Senhor. É como se Ele quisesse saber de nós onde está (depositada) a vossa fé? O salmo diz que feliz é o homem que põe NO SENHOR a sua confiança.

      Grande abraço.

      Curtir

  4. A tempestade mostrou para Jonas como ele era pequeno, assim como as adversidades da vida nos mostram como somos frágeis, necessitados. A princípio, Jonas até podia ter pensado que era um grande homem. Afinal de contas, o Senhor não o mandou a qualquer lugar, mas sim à “grande cidade de Nínive” (Jn 1:2). Além disso, ele fugiu numa grande embarcação, o navio (Jn 1:3). Depois Deus mandou um grande vento, fazendo uma grande tempestade (Jn 1:4) e, em seguida, enviou um grande peixe (Jn 1:17) para tragá-lo. Mas depois de trazer Jonas de volta ao projeto, o Senhor usou pequenas coisas para mostrar a Jonas como ele era pequeno. Fez crescer sobre ele a aboboreira, uma plantinha (Jn 4:6). Depois mandou um bichinho para ferir a plantinha (Jn 4:7). E logo em seguida, não mais um grande vento, mas um vento calmoso, uma brisa (Jn 4:8). Era o Senhor dizendo: “Jonas, você é pequeno. Grande aqui é a minha salvação.” Nem na igreja primitiva, nas pregações de Pedro, se viu uma operação de salvação tão grande quanto esta dos 120.000 homens de Nínive. A tempestade nos mostra como somos pequenos e quão grande é o Senhor.

    Curtir

    • Caro amigo,

      Esses contrastes de coisas grandes e pequenas já foram observados pelo apóstolo Paulo, como sendo usuais na didática de Deus. Ele, o Mestre, faz isso como ninguém.

      Grande abraço e obrigado pela bela contribuição. Enriqueceu muito o entendimento do texto.

      Josué

      Curtir

  5. Não pude deixar de lembrar de Atos 27, quando Paulo na embarcação enfrenta o euro-aquilão. Ali o caminho na tormenta foi de livramento e salvação. Abrços. ” A luta continua, companheiro”.

    Curtir

    • Sim, amigo, a luta, também chamada por Paulo de “o bom combate” continua. Que o mesmo Deus de ontem reserve no céu também para nós a coroa da vida.

      Grande abraço, apareça sempre.

      Josué

      Curtir

E você, o que poderia acrescentar sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s