Mensagem em áudio – O Pródigo: Filho ou jornaleiro?

Vou fazer uma experiência aqui: Uma mensagem em áudio. Reunião de Grupos de Louvor em Juiz de Fora.

Se você está na página principal, clique em “leia mais” e abra o post. Então clique em qualquer lugar da imagem para ouvir.

Há um recurso interessante: você pode clicar em qualquer ponto da linha de reprodução e deixar um comentário por escrito a respeito daquele ponto. Experimente.

 

10 comentários sobre “Mensagem em áudio – O Pródigo: Filho ou jornaleiro?

  1. Mensagem maravilhosa. Eu estava lá nesse dia. Fiquei imensamente feliz em poder ouvir essa mensagem novamente. A mensagem do filho pródigo por essa ótica eu nunca tinha ouvido antes. Muito edificante. Poste mais áudios, mas não deixe os textos de lado, são belíssimos.

    Curtir

  2. Mensagem surpreendente, emoldurada pelo Espírito Santo. E que certamente modificou a vida de muitos irmãos ao ouvi-la na igreja onde o pastor pregou, e que podemos dizer que traz para cada um de nós que a ouvimos um momento de reflexão, para perguntarmos em qual situação nós nos encontramos diante do Pai, de filho ou de jornaleiro? Que Deus continue a usar o irmão com graça e poder.

    Curtir

    • Foi sim, meu irmão, um momento muito especial em que mais de 800 irmãos, envolvidos no louvor em nossas igrejas, estavam reunidos para um workshop. Grande abraço.

      Josué

      Curtir

  3. Muito bom esse recurso de áudio. Mensagem maravilhosa. Há um detalhe interessante: “Se fosse pra receber mais um jornaleiro não ia ter festa”. Isso é verdade. Mas como é grande o amor do Pai: a festa só aconteceu porque o filho aceitou ser filho. Mas antes disso, mesmo sem saber que o filho chegou como jornaleiro, o pai o recebeu com amor (o viu de longe, se moveu de íntima compaixão, o abraçou e o beijou). Não importa se chegamos como filhos ou jornaleiros, ele sempre nos recebe com carinho, e nos atrai para ele até entendermos que somos filhos. Isso porque ele não muda nunca. Nós até podemos pensar que somos jornaleiros ao invés de filhos em alguns momentos, mas ele nunca será menos do que Pai.

    Curtir

    • Ótimo complemento, amigo. Mas que nós não encontremos alívio algum a não ser o que sentimos ao nos submetermos inteiramente aos propósitos do Pai celestial, servindo a Ele com temor e tremor. Sabemos, sim, que Ele é Pai amoroso, mas precisamos deixar que Ele nos transforme conforme Seu perfeito projeto para nós, em santificação e obediência.
      Obrigado por comentar, volte sempre.
      Abraço fraterno,

      Josué

      Curtir

  4. Fiquei muito feliz com a palavra estou orando agora para que o Senhor me proporcione uma oportunidade para compartilhar essa nova descoberta nessa mensagem; fique na paz do Senhor.

    Curtir

E você, o que poderia acrescentar sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s