A Porta aberta no céu

 

Depois destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu; e a primeira voz, que como de trombeta ouvira falar comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.
E logo fui arrebatado em espírito, e eis que um trono estava posto no céu, e um assentado sobre o trono.
                                                                                          Apocalipse 4:1-2

Considere, pra começar, que João estava preso em uma ilha, exilado, longe de sua terra, de sua família e de tudo mais que amava. Um servo de Deus, que conhecia a “voz de muitas águas”, que já havia falado com ele antes.

Mas entre a última vez em que havia escutado aquela maravilhosa voz e agora, talvez João possa ter ficado abatido ao olhar em volta e não encontrar uma saída para sua situação. Dia após dia, incomodado pela sauThe_Door_to_Heaven_by_heavenlybirddade dos irmãos e familiares, aquele servo de Deus pode ter se sentido como nós às vezes nos sentimos também.

Talvez neste exato momento, caro leitor, você esteja olhando ao redor e procurando uma saída, um escape. Talvez, como João, pareça que sua sorte está entregue a uma autoridade local, um carcereiro que parece deter as chaves de todas as portas.

Mas aquela voz – ó quão preciosa! – volta a soar e, apesar de tonitroante, faz um doce convite àquele homem tão sofrido: Sobe aqui. Ele não escreve ter visto uma escada, apenas a porta LÁ EM CIMA no céu. Pode ser que, como acontece conosco, aquela maravilhosa voz o tenha elevado, tirado João de sobre a Terra/prisão e o levado ao céu. Sim, porque é isso que essa voz, a voz do Espírito Santo tem feito aos servos de Deus ainda hoje: desviado nossa atenção da terra para o céu, nos conduzindo à Porta – a única e maravilhosa: figura do Senhor Jesus – e nos chamado para ver o trono do Altíssimo.

João descobriu, e eu também: A saída para mim não está aqui embaixo e quem governa a minha vida não é nenhum carcereiro. É o que está assentado sobre o trono celestial!

Anúncios

4 comentários sobre “A Porta aberta no céu

  1. Josué..
    Me levaste à ILHA de PATMOS…
    A nossa mente imagina pouco o sofrimento do nosso irmão João.
    E não consegue Imaginar a GRANDIOSIDADE deste momento dele com DEUS.
    Uma PORTA no CÉU… ABERTA.
    É tão MARAVILHOSA essa INTIMIDADE… Que faz tremer e chorar a ALMA.
    Chegar a esse entendimento do que é a VERDADEIRA ADORAÇÃO… LOUVOR… GRATIDÃO… Requer uma ENTREGA não só de CORAÇÃO, mas de ALMA. VIDA VIVIDA PRA DEUS….De DEUS.
    Como entender com a nossa mente humana… Viver ISOLADO…Longe de TUDO e de TODOS… Sentindo FRIO… CALOR… ENFERMO… Sem CARINHO… AMOR… Lançado em um CÁRCERE Fétido…Úmido… DORES não só no CORPO… CORAÇÃO e MENTE.
    E mesmo assim… ADORAR ao GRANDE EU SOU com tamanha intimidade e ADORAÇÃO, que o moveu a ABRIR a PORTA do CÉU.
    Esse é o AMOR a DEUS… De forma INCONDICIONAL.
    JOSUÉ.. Precisamo deste mover em nós…
    As circunstâncias da vida, os dissabores, as contendas, traições, revoltas, NÃO podem IMPEDIR que DEUS continue nos mostrando a PORTA do CÉU.
    HOMEM nenhum… Pode nos Afastar deste Contato PESSOAL com DEUS.
    ELE em NÓS… nós NELE… Sempre!
    Nada pode CALAR um ADORADOR…
    Não importa o LUGAR… A CASA para ELE residir… É DENTRO de NÓS.
    Chorei com Você me fazendo lembrar desse momento tão sublime na vida de um SERVO FIEL.
    Um abraço…
    Fica com DEUS.

    Curtir

    • Prezada Clelia,

      Por pouco não incorporo seu comentário no post. Especialmente quando você diz que precisamos que Ele continue nos mostrando a porta no céu. Isso resume tudo.

      ApdSenhor.

      Josué

      Curtir

  2. Como é bom saber que há uma porta aberta, quando todas a nossa volta parecem estar fechadas.
    Poucos dias atrás pude viver um pouco sobre isso, lógico muito distante da realidade que o nobre servo João vivia naquela ocasião.
    Quando no acidente que sofri, ainda que no momento do ocorrido, só vivenciei a experiência do frio que João por certo sentia, pois vi a mão do próprio Deus me livrando da morte e o que Ele me permitiu sentir não era dor, mas tão somente o frio do ambiente e da minha temperatura corporal que abaixava pelo sangue que perdia, enquanto dentro de mim e em minha alma, havia o clamor de que minha comunhão se mantivesse e o calor da doce presença D”Ele me fizesse aquecer.
    Enquanto João se sentia sozinho, por um breve momento me senti assim, pelos intermináveis 30 minutos entre o acidente até o resgate, onde muitos estavam a minha volta, mas eu me sentia só no chão, imóvel, tremendo de frio, estava só eu e o meu Deus.
    Me senti assim também quando na cirurgia,muitos estavam a minha volta, mas mais uma vez estávamos eu e o meu Deus.
    Mas depois de tudo e também da ansiedade dos dias anteriores ao ato cirúrgico pude senti o calor de um povo nobre, que não mediu esforços pra estar ao meu lado, seja presente ou em oração.
    Como é bom saber que como o senhor sempre fala né chefe, extraído da palavra,”Deus tem um caminho no meio da tempestade”.Pra mim e pra alguém que possa passar por ela, pode ser que seja pego de surpresa, mas o Senhor Deus estará ciente e no controle de tudo.
    Quão maravilhosa experiência esse Deus poderoso me deixou vivenciar e como pude ver que há uma igreja e um povo unido, zeloso de boas obras, que ama e faz sentir esse amor, aos que estão inseridos nesse corpo vivo que é a igreja do Senhor Jesus.

    Curtir

    • Meu amigo, fico feliz por este blog lhe servir de plataforma para seu testemunho e gratidão.
      Ficamos muito contentes e satisfeitos pelo livramento que o Senhor lhe deu e também pela sua rápida recuperação. Que o Senhor continue sendo sua melhor companhia, mesmo quando em aflições.
      Grande abraço,

      Josué

      Curtir

E você, o que poderia acrescentar sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s